Saxon – Wheels of Steel (1980) [Carrere/EMI]

A consagração do Saxon foi gravada em fevereiro de 1980 nos studios Ramport com a ajuda de Pete Hinton, Um dos mais importantes álbuns do rock pesado da década de 80, ‘Wheels Of Steel’, o 2º álbum de estúdio do Saxon foi um marco na história da New Wave of British Heavy Metal, e definitivamente a entrada do Saxon na história do Heavy Metal. ‘Wheels Of Steel’ foi o álbum da banda que conseguiu a melhor colocação nos charts Ingleses, mas o seu grande mérito é o de que quase todas as suas músicas são clássicas, e hoje em dia esse álbum é considerado por muitos fãs como o melhor da banda.

“Motorcycle Man” é uma das melhores músicas de metal que existem para abrir um disco. Com uma letra típica do Saxon, que fala sobre pegas de rua em Motocicletas envenenadas, o son de pneus queimando o asfalto é a introdução para essa que sem dúvidas é uma das músicas mais importantes do metal oitentista. A rápida “Motorcycle Man” é uma música “pioneira”, pois eu a considero uma das primeiras músicas 100% Heavy Metal tradicional, com toda a roupagem que a ele foi inserido ao longo da década de 80. Para se confirmar isso basta olhar a época em que ela foi gravada: Fevereiro de 1980, ou seja, os primórdios do chamado Heavy Metal “Moderno”. A NWOBHM foi o movimento que fez a Inglaterra conseguir esquecer o punk e se ligar em uma coisa muito melhor: O Heavy Metal, e isso pra mim fica provado em “Motorcycle Man”, uma pauleira no pé do ouvido, onde os seus 4 minutos passam tão rápidos que sempre que eu escuto essa música eu fico com a impressão de que ela tem menos de 2 minutos. Aqui a banda toda está impecável: Biff Byford faz miséria com o seu vozeirão em uma das melhores performances da sua carreira, mostrando que sempre foi um vocalista subestimado, a cozinha consegue detonar um puro Heavy Metal, mas sem perder aquela essência rock and roll que é característica do Saxon, os trabalhos das guitarras são fenomenais, com direito a 2 solos, e eu particularmente acho o 2º solo belíssimo, a hora em que Biff canta acompanhando a entrada do 2º solo é emocionante, sem dúvidas um dos grandes momentos do Heavy Metal, e pra finalizar, eu diria que “Motorcycle Man” é uma versão metalizada de “Highway Star”… Achou uma heresia o que eu disse? Pois eu sou fã do Saxon e pago pau mesmo, na cara de pau! Brincadeiras a parte, de cara ‘Wheels Of Steel’ já nos presenteia com um grande clássico. A banda não deixa a peteca cair e “Stand Up And Be Counted” entra com ótimos riffs. Um empolgante Hardão pra ninguém botar defeito, é incrível a pegada que o Saxon conseguiu alcançar nessa música. É um sentimento único… Repare que as guitarras apresentam riffs que vão de agressivos a descompromissados e alegres, e “Stand Up And Be Counted” é uma prova de que o Rock e o Metal fazem o casamento perfeito quando tocados pela banda certa. Empolgante ao extremo, uma música com uma pegada pesada, mas que ao mesmo tempo consegue ser bastante descontraída, da até pra dançar, e eu nunca consigo escutar essa música sem acompanhar Biff no refrão, até porque, essa é uma das melhores composições do Saxon. Para matar de vez o ouvinte do coração, depois de dois petardos entra em cena um dos maiores clássicos da história do Heavy Metal: “747 (Strangers In The Night)”. 10 entre 10 fãs do Saxon colocam essa música no top 10 da banda, e também não é para menos. O grande destaque de “747” com certeza são os seus riffs, um dos riffs mais subestimados da história do rock pesado. Desculpem-me, mas simplesmente não tem como ficar indiferente aos riffs dessa música, é impossível. Aqui os vocais de Biff estão mais serenos, diferente de sua atuação nas duas músicas anteriores. A velocidade diminui um pouco, e como curiosidade, eu desafio qualquer um a tentar lembrar o solo dessa música. Alguém conseguiu? A tarefa é difícil, pois a música já começa com um solo, que depois, perde a cara de solo por se misturar de forma brilhante com alguns riffs, e no final das contas, pode-se dizer que ela tem um trabalho ímpar nas guitarras, extremamente polido e com um grande feeling, uma rara obra de arte difícil de descrever. E como não posso deixar a oportunidade passar, “747 (Strangers In The Night)” foi à música que eu mais escutei na minha vida, pois foi o toque do meu celular por quatro anos (!). Sobre a letra, todos pensam que ela fala sobre um caso real que aconteceu com algum vôo, mas eu li uma entrevista de Biff onde o mesmo dizia que a letra não trata de nenhum incidente específico. Parece brincadeira, mas depois de “747” entra em cena mais um clássico: “Wheels Of Steel”. O Saxon mostra que não precisa de velocidade para ser Heavy, e com uma música arrastada que deu nome ao álbum, a minha grande dúvida é sobre o que é mais clássico em “Wheels Of Steel”, os riffs ou o refrão? A disputa é acirrada, pois ambos são bem grudentos, repetitivos, e não saem da cabeça de quem escuta. Não sei se é impressão minha, mas eu consigo escutar uma veia blues meio encabulada, perdida em uma selva de Rock e Heavy. Já tive épocas que eu não conseguia escutar essa música por ser demasiadamente repetitiva, mas ela funciona muito bem ao vivo, e se metida entre duas músicas rápidas então, é uma maravilha. Rocksão para você escutar sentado, tomando uma cerva e relaxando. Finalizando, a letra de “Wheels Of Steel” segue a mesma linha de “Motorcycle Man”, com a diferença de que ao invés de uma motocicleta, temos um carro. Seguindo a linha de composição de “Wheels Of Steel” e “Motorcycle Man” , “Freeway Mad” é uma das faixas rápidas, sem muito peso, mas divertidíssimas que o Saxon lançou ao longo de sua imensa discografia. Muito alto astral, com riffs muito bem sacados, bem dançante mesmo, não tem como ficar parado, e rola até sirene de polícia. Simples mas eficiente. “See The Light Shining” é o resultado de uma noite de bebedeira e uma camisinha furada de “Freeway Mad” com “Stand Up And Be Counted”. Aqui se mantém o clima auto-astral do instrumental, mas o refrão é mais pegado, forte e sentimental. A composição aborda o mesmo tema de “Stand Up And Be Counted”. A velocidade se mantém e “Street Fighting Gang” segue a sonoridade de “Freeway Mad” e “See The Light Shining”. O rock and roll fantasiado de Heavy Metal é descarado, e essa é uma das músicas mais “pra cima” e descontraídas na discografia da banda. Acho interessante observar o contraste entre o instrumental totalmente descontraído que segue, enquanto Biff canta sobre brigas de gangues de rua. Quebrando totalmente o clima, entra uma das músicas mais subestimadas do Hard Rock Oitentista: “Suzie Hold On”, uma semi-balada que mais parece música de ninar. Eu acho essa música belíssima, ela merecia concorrer ao prêmio “levada mais bonitinha do Heavy Metal”. E na verdade ela é dividida em duas partes, sendo a primeira a da levada singela que eu já citei, e a segunda a do momento que procede a entrada do solo, que eu acho fenomenal, pois a música ganha uma carga de emoção incrível. A letra de “Suzie Hold On” é uma das mais bonitas do Saxon, e Biff a interpreta tão bem, que fica a impressão de que realmente existiu uma Suzie cheia de problemas. Com seus riffs incríveis e a participação ativa de Steve Dawson, a vigorosa “Machine Gun” finaliza o album. No começo ela parece apenas mais uma música rápida, mas o seu diferencial são os experimentais riffs de guitarra. Não fosse por eles, ela passaria despercebida, afinal, nas partes rápidas ela consegue lembrar bastante até músicas do seu próprio disco, como “Freeway Mad”. A letra de “Machine Gun” (metralhadora) é bem curta, mas retrata bem os horrores da guerra, enfim, mais uma boa composição da banda. Como saldo final, temos um grande álbum, que não só é um dos melhores do Saxon, como também um dos melhores dos anos 80, e que colocou a banda no topo do Heavy Metal. ‘Wheels Of Steel’ é um álbum para você escutar de ponta a ponta, simplesmente não tem músicas meia boca, todas são excelentes.


Lista de Músicas:
01. Motorcycle Man 10** 02. Stand Up And Be Counted  10* 03. 747 (Strangers In The Night) 10*** 04. Wheels Of Steel 10* 05. Freeway Mad 8,5 06. See The Light Shining 8,75 07. Street Fighting Gang 8,5 08. Suzie Hold On 10*** 09. Machine Gun 8,75


Escute as Músicas


Nota: 9,5 Nota re-avaliada: 10********** Estrelas: 10

Formação:

Biff Byford – Vocal Paul Quinn – Guitarra Graham Oliver – Guitarra Steve Dawson – Baixo Pete Gill – Bateria

Vídeos:


Fatos e Curiosidades:

– Segundo o próprio Biff Byford, tanto “Stand Up And Be Counted” quanto “See The Light Shining” falavam sobre se levanter e lutar pelos seus direitos, ser forte e nunca se render. Todas essas músicas antigas foram baseadas nos anos de Margaret Thatcher, e ainda segundo o vocalista, todas são músicas sobre esperança. – Todos os membros da banda participaram do processo criativo nas composições, sendo assim, todas as faixas foram escritas em parceria conjunta por Byford/Quinn/Oliver/Dawson/Gill. – Posteriormente, o LP foi relançado pela EMI em CD com “Judgement Day” ao vivo como bônus. – A produção ficou a cargo da própria banda com a ajuda de Pete Hinton – O Álbum foi relançado com Strong Arm of the Law como 2º CD em 1997, com as bônus: 10. Judgement Day (Live) 11. Wheels of Steel (7″ Version) 12. See the Light Shining (Live) 13. Wheels of Steel (Live) 14. 747 (Strangers in the Night) (Live) 15. Stallions of the Highway (Live) – Remasterizado pela EMI em 2009 com as bônus: Demo Rehearsals 1980 10 – Suzie Hold On 11 – Wheels of Steel Live B-Side of ”747 (Strangers in the Night) 1980 12 – Stallions of the Highway Live at Monsters of Rock festival, Castle Donington 16th August 1980 13 – Motorcycle Man 14 – Freeway Mad 15 – Wheels of Steel 16 – 747 (Strangers in the Night) 17 – Machine Gun – A música Wheels of Steel se tornou um grande classic, e faz parte dos games: Grand Theft Auto IV: The Last and Damned e Brutal Legend, além de ter sido coverizada pela banda L.A Guns. – Em 1980 o Saxon lançou os seguintes singles referentes a o álbum Wheels of Steel:  747 (Strangers in the Night) (que continha “747 (Strangers in the Night)” e “See the Light Shining”), Motorcycle Man (que só foi lançado no Japão e continha “Motorcycle Man” e novamente “See the Light Shining”), Suzie Hold On (que continha “Suzie Hold On” e “Judgement Day” ao vivo), e Wheels of Steel (que tinha uma capa Alemã um pouco diferente da Inglesa, e continha “Wheels of Steel” e “Stand Up and Be Counted”  no lugar de “Motorcycle Man”, que saiu no Inglês), todos os singles foram lançados pela Carrere. – O nome original do Saxon era “Son of a Bitch”, mas a gravadora achou que a banda teria uma forte oposição nos Estados Unidos e a banda acabou optando por Saxon. – A turnê de Wheels of Steel cobriu um grande momento da banda, que foi feita em conjunto com Motorhead e Nazareth, tocando inclusive por três noites seguidas na famosa casa de shows inglesa Hammersmith Odeon.Ainda em agosto de 1980 a banda tocou no Monsters Of Rock com Rainbow, Scorpions e Judas Priest. – O Single Wheels of Steel  alcançou a 36ª colocação nos Charts Ingleses em fevereiro, e a 20ª em um re-lançamento no mesmo ano. – Gravado em fevereiro e Lançado em Maio de 1980, Wheels of Steel  foi o maior sucesso do Saxon nas paradas musicais, alcançando uma insuperável 5ª colocação nos charts da Inglaterra.


Creditos:
Por
Victor Kataóka.

Senha para abrir o download (key): Nos comentários (In The Comments).

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/10 (0 votes cast)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votes)

Facebook Comments

comments


3 Comments

  1. kataoka January 9, 2010 6:37 pm 

    Senha (key):

    http://h2remfoco.wordpress.com/

    O que você achou do álbum? (What do you think about the albun?)

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votes)

  2. Rodrigo February 20, 2010 12:45 pm 

    Parabéns pela resenha!!!

    Vi seu tópico no NWOBHM Files, e vim dar uma olhada.

    Continue assim, que visitarei seu blog sempre.

    Ah, faça uma resenha do Hammer e outra do Chevy. Gostaria de saber sua opinião sobre essas bandas.

    Abraço
    Rodrigo

    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
    VA:F [1.9.22_1171]
    Rating: 0 (from 0 votes)

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*